Caldeirão Político

Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019, 14h:58

Oficial de Justiça removido para Sorriso, agradece empenho da diretoria do Sindojus/MT

Edina Araújo/Sindojus/MT

Sindojus/MT

Oficial Removido

Vice-presidente do Sindojus, Luiz Arthur (esquerda), oficial de Justiça, Paulo Henrique Tavares (meio) e o secretário-geral, Paulo Sérgio 

O oficial de Justiça, Paulo Henrique Tavares de Moura Fernandes, se despede dos colegas da Capital, relata que foi removido para Sorriso-MT e agradece o empenho da diretora do Sindojus/MT. Confira relato na íntegra

Bom dia pessoal!

Hoje eu gostaria de relatar e agradecer por algo.

Há alguns meses, por motivos pessoais, tive que tomar a decisão de me remover pra Sorriso-MT. Fui até o sindicato em Cuiabá, expus a situação, os fatos, e de pronto, me prestaram todo o auxílio necessário para a tentativa de remoção, inclusive indicando como elaborar o requerimento.

Em Setembro fiz o pedido, e em 19.12.2018 a decisão saiu no processo. No dia 07.01.2019 devolvi meus mandados devidamente cumpridos e entrei em exercício no Fórum de Sorriso.

Eu tenho certeza de uma coisa: Se não tivesse o auxílio do sindicato, muito provavelmente o pedido não seria deferido. As vezes a gente só se lembra de cobrar, mas hoje eu vim AGRADECER!

Agradeço a todos do SINDOJUS, na pessoa do Jaime e do Luiz Arthur, por terem acompanhado de perto minha solicitação.  Parece algo banal para quem não tem interesse em mudar, mas nós só conseguimos visualizar a grandeza disso quando é com a gente mesmo. Muitos podem pensar “Não fizeram mais que obrigação”, e pode até ser, mas sem eles, isso não seria possível.

Quando MUDA A VIDA DA GENTE é que vemos a importância de estarmos unidos, fortes, pois é isso que uma remoção faz, ela muda a tua vida, os teus planos para o futuro, muda tudo, e mesmo sabendo o quanto ainda temos para conquistar enquanto categoria, hoje, eu e minha família, já somos imensamente gratos!

Mais uma vez, obrigado por todo o apoio!

Oficial de Justiça - Paulo Henrique Tavares de Moura Fernandes


Fonte: Sindojus-MT - Sindicato dos Oficiais de Justiça de Mato Grosso

Visite o website: sindojus-mt.org.br