FILIADO Á
NOTÍCIAS
Terça-feira, 25 de Junho de 2019, 17h:14

EM RONDÔNIA

Oficiais de Justiça arrecadam mais de 1 ton de alimentos em ação solidária

Rondônia Notícias

Reprodução

Neste mês de junho, Oficiais de Justiça de Porto Velho e de diversas Comarcas do Estado se mobilizaram a fim de promover uma ação de cunho social: conseguiram arrecadar mais de uma tonelada de alimentos não perecíveis que serão entregues ao Hospital de Amor da Amazônia.

O Oficial de Justiça Leonardo Corrêa do Nascimento, um dos responsáveis por tomar a frente dessa iniciativa, assim se pronunciou: “A sociedade vive atualmente a experiência do “eu” cada vez mais forte. Pessoas hiperconectadas, mas em visível desconexão com valores básicos de humanidade. Contrariamente a isso, o Hospital do Amor reensinou à sociedade a prática da doação e do voluntariado, tão comuns em outras épocas. A ideia de ajudar essa instituição nasceu com o chamamento do 14º Arraial do Judiciário, no qual o ingresso seria a entrega de 1 quilo de alimento. Então pensamos: ao invés de comprar o ingresso da festa, por que não iniciamos uma rede de arrecadação de alimentos entre nós? Qual foi nossa surpresa, em pouco mais de 15 dias já havíamos superado a marca de 1 tonelada de alimentos. Dessa experiência fica a lição do valor das reais conexões. Que venham as próximas ações, doações, conexões e parcerias de amor”, ressalta.

Segundo o Oficial de Justiça da Comarca de Ji-Paraná, Amauri Koike, que também é diretor Sócio Assistencial do Sinjur, a iniciativa é uma forma ativa de cidadania, e demonstra à sociedade a importância de ajudar o próximo.

“Infelizmente, algumas pessoas agem como se estivessem numa redoma, apartadas da sociedade, o que não é verdade. Somos todos afetados pela coletividade e inseridos num paradigma de realidade mantido por nós mesmos. Fico muito feliz que essa ação tenha ação superado nossas expectativas, com mais de 1 tonelada de alimentos arrecadada e destinada a quem tanto precisa: os usuários do Hospital do Amor. Com isso, os Oficiais de Justiça demonstraram para a comunidade que também são agentes de transformação social”, destaca.

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.